Nenhuma mulher caminha para a plenitude da vida sem curar a relação com o feminino de sua família

Nenhuma mulher caminha para a plenitude da vida sem curar a relação com o feminino de sua família, qualquer que seja ela.

É na conexão com a mãe e com a força de todas as mulheres que vieram antes dela e que lhe chega, através dela, que a filha encontra a fonte da bravura, do cuidado e do afeto na vida.

O homem – pai ou esposo – ajuda muito a mulher quando a estimula nessa reconciliação, sem assumir o lugar que lhe compete.

A filha que honra a mãe e a avó move-se, cheia de força, para a vida, liberando a si mesma e às suas filhas para destinos mais amplos e mais leves.

Imagem: Caitlin Connolly

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Comentar

Acessar sua conta

Criar uma conta no site